Chile
Chile

Vinho tinto Winemaker’s Secret Barrels

Winemaker’s Secret Barrels é uma linha original no portfólio da prestigiada vinícola chilena Viña Puntí Ferrer. Ela surgiu por acaso, em uma brincadeira do enólogo Raimundo Azócar, que costumava aproveitar parte o vinho que amadurecia nas barricas para criar um exemplar pessoal. Era sempre tão bom que a vinícola resolveu lançá-lo no mercado, em versão tinto, branco e rosé. A Viña Puntí Ferrer não revela as uvas nem o ano da colheita, ou seja, é um vinho tinto “surpresa”. Mas vale a pena se arriscar nesta espécie de degustação “às cegas”. Este vinho tinto tem aromas de frutas vermelhas bem maduras, como cerejas e amoras, além de nuances de caramelo, baunilha e chocolate. Na boca é encorpado, macio e equilibrado. Além de ser delicioso, a garrafa oferece uma dose generosa: 1 litro! E traz um moderno rótulo gravado diretamente no vidro.

Harmonizações:
Pratos de carnes vermelhas, embutidos, queijos maturados.
4.3 (86.67%) 3 votes
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$99,90
R$79,90

Em até 3x de R$26,63 s/ juros

Como o nome diz, este vinho tinto é um corte secreto do enólogo - surpresa total! E sempre bem-vinda! E o melhor é que a garrafa é generosa: tem 1 litro de vinho!
Mais informações
País: Chile
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:

Vinificação tradicional e maturação do vinho durante oito a dez meses em barricas de carvalho americano e francês de primeiro e segundo uso.

Pratos de carnes vermelhas, embutidos, queijos maturados.

Viña Puntí Ferrer é uma vinícola familiar fundada pelo espanhol Jaime Puntí Desveus, em 1953, no Vale de Cachapoal. Quem comanda a elaboração dos vinhos desta casa é o genial Raimundo Azócar, um dos mais reputados enólogos do Chile. Foi ele quem concebeu a linha Winemaker’s Secret Barrel, que tem uma história curiosa por trás. Raimundo costumava elaborar um vinho despretensioso selecionando as melhores barricas à disposição, simplesmente para apreciá-lo com sua família e amigos. A cada novo lote, surgia um vinho melhor e mais interessante. Até que Antonio Puntí Ferrer, o atual proprietário da vinícola, decidiu engarrafar a “brincadeira”, mas sob a condição de não divulgar as uvas, nem a safra. A única informação revelada é a de que o vinho tinto matura entre oito a dez meses em barricas de carvalho francês e americano, e o branco e o rosé, apenas três meses.