Chile
Vale do Maule, Chile

Vinho tinto Odfjell Orzada Carignan

Uma das boas surpresas do Chile, o vinho tinto Odfjell Orzada Carignan é elaborado a partir de uvas Carignan de vinhas centenárias do Vale do Maule. Possui camadas de aromas, mesclando frutas vermelhas, como cerejas maduras; frutas brancas, como damascos, pêssego e pera; alcaçuz, além de notas de lichia, flores brancas e toques de especiarias doces, como canela. Na boca é um vinho tinto incrivelmente sedutor – opulento, com taninos macios e acidez equilibrada. Seu final revela frutas vermelhas, especiarias doces e toques florais. Os vinhos tintos de Carignan são a grande novidade do Chile e este exemplar da Odfjell é uma melhores pedidas. Vale a pena experimentar!

Harmonizações:
Carnes vermelhas grelhadas e assadas, steak tartare, carnes de caça, massas recheadas com molhos intensos e queijos maduros.
JS
90
5 (100%) 1 vote
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$166,00
R$157,00

Em até 3x de R$52,33 s/ juros

Uma das boas surpresas do Chile, o vinho tinto Odfjell Orzada Carignan é elaborado a partir de uvas Carignan de vinhas centenárias do Vale do Maule. Possui camadas de aromas, mesclando frutas vermelhas, como cerejas maduras; frutas brancas, como damascos, pêssego e pera; alcaçuz, além de notas de lichia, flores brancas e toques de especiarias doces, como canela. Na boca é um vinho tinto incrivelmente sedutor - opulento, com taninos macios e acidez equilibrada. Seu final revela frutas vermelhas, especiarias doces e toques florais. Os vinhos tintos de Carignan são a grande novidade do Chile e este exemplar da Odfjell é uma melhores pedidas. Vale a pena experimentar!
Mais informações
País: Chile
Região:
Produtor:
Uva: Carignan
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2018
JS
90

A colheita é manual e as uvas são desengaçadas, mas não passam por esmagamento. Os bagos são submetidos à maceração a frio por cinco a seis dias antes da fermentação alcoólica em pequenos tanques de aço inoxidável. O vinho faz maceração pós-fermentativa e estagia nos próprios tanques de inox antes do engarrafamento.

Carnes vermelhas grelhadas e assadas, steak tartare, carnes de caça, massas recheadas com molhos intensos e queijos maduros.

A vinícola chilena Odfjell tem uma história curiosa, que mais parece um conto de fadas. Há quase 30 anos, o armador norueguês Dan Odfjell, em visita ao Chile, apaixonou-se pelas terras ensolaradas dos vales do Maipo e Maule. Esta paixão resultou num dos projetos mais elogiados do vinho chileno na atualidade. Para concebê-lo, Dan Odfjell atraiu um time brilhante, formado pelos enólogos Paul Hobbs, da Califórnia, e Arnaud Hereu, de Bordeaux, e pelo viticultor Arturo Labbe, do Chile. Em 1994, foram plantados os primeiros vinhedos na propriedade no Vale do Maipo. A Odfjell possui, ao todo, 115 hectares de vinhas, sendo 85 hectares no Maipo e o restante distribuído entre Cauquenes, Lontué e Colchagua. Entre as variedades eleitas, estão Cabernet Sauvignon, Merlot, Carménère, Syrah, Cabernet Franc, Malbec e vinhas velhas de Carignan. O trabalho no campo segue a cartilha orgânica, mas os conceitos da biodinâmica já foram adotados pela vinícola. Já a vinificação acontece por gravidade, o que ajuda a preservar os aromas mais autênticos da uva. Atualmente, a Odfjell Vineyards está sob o comando dos dois filhos de Dan – Laurence e Dan Jr. – , sendo que Arnaud Hereu permanece como enólogo-chefe e Sebastián Bustamante atua como chefe de viticultura.