Portugal
Douro, Portugal

Vinho tinto Meandro do Vale Meão

O vinho tinto Meandro do Vale Meão é produzido com a mesma atenção e cuidado que o cultuado Quinta do Vale Meão – o grand vin da histórica Quinta do Vale Meão. Esta vinícola familiar é um dos mais importantes nomes do vinho português. O vinho tinto Meandro é uma oportunidade para quem quer provar vinhos portugueses de alta gama sem gastar uma fortuna. Trata-se de um corte de várias uvas da região, vinificado em lagar e com estágio em barrica de carvalho francês. Revela aromas florais combinados a de frutos vermelhos e silvestres. Na boca é um vinho denso, com notas frutadas e um final longo, fresco e complexo. Imperdível!

Harmonizações:
Carnes, cabrito e cordeiro.
pontuacao
WE
90
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$269,90
R$239,50

Em até 3x de R$79,83 s/ juros

O vinho tinto Meandro do Vale Meão é o segundo vinho da histórica Quinta do Vale Meão, mas é tão rico e complexo que se destaca entre os grandes!

Mais informações
País: Portugal
Região:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2015
pontuacao
WE
90

Após esmagamento, as uvas passam por um choque térmico seguido de pisa a pé durante quatro horas em lagares de granito. O mosto é transferido para cubas de vinificação de pequena capacidade com controle de temperatura. As castas são vinificadas separadamente. Este vinho estagiou em barricas de segundo e terceiro ano de 225 litros de carvalho francês Allier.

Carnes, cabrito e cordeiro.

A Quinta do Vale Meão, localizada na subregião do Douro Superior, abriga os vinhedos que deram origem, em 1952, ao primeiro grande vinho tinto do Douro - o Barca Velha. A propriedade pertence, atualmente, aos descendentes da fundadora: D. Antónia Adelaide Ferreira, e hoje, a partir dos mesmos vinhedos, produz um ícone português dos novos tempos: o Quinta do Vale Meão, além dos ótimos Meandro branco e tinto; a linha Monte Meão, que engloba vinhos de vinhedo único, e dois vinhos do Porto. O enólogo responsável é o talentoso Francisco de Olazabal, que pertence à sexta geração da família e está entre os grandes nomes do vinho português da atualidade.