Itália
Vêneto, Itália

Vinho tinto Masi Campofiorin Rosso Del Veronese

Masi Campofiorin Rosso del Veronese é um vinho tinto muito especial. Lançado na safra 1964, o Campofiorin inaugurou uma nova categoria de vinho tinto, figurando como um marco na história do vinho italiano e do mundo. É produzido por meio de dupla fermentação – método criado pela vinícola Masi, conhecida também pelos seus maravilhosos tintos Amarone. Cheio de frutas maduras e notas de especiarias, o Masi Campofiorin tem textura macia e um final longo e saboroso. Trata-se de um vinho com potencial de guarda de 15 anos ou mais! Experimente!

Harmonizações:
Pastas com molho rico (de carne vermelha ou cogumelos), carne vermelha grelhada, carne de caça e queijos maturados
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$272,00
R$219,90

Em até 3x de R$73,30 s/ juros

Masi Campofiorin Rosso del Veronese representa um marco na história do vinho italiano (e do mundo!), ao ter inaugurado uma nova categoria de vinho tinto
Mais informações
País: Itália
Região:
Produtor:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2015

A vinificação do Campofiorin é bem particular. Ao vinho recém-elaborado a partir das uvas Corvina, Rondinella e Molinara, adicionam-se 25% de uvas das mesmas variedades ligeiramente desidratadas pelo appassimento. Isso acaba promovendo uma segunda fermentação alcoólica. Em seguida, inicia-se a fermentação malolática e, no final, 2/3 do vinho maturam em grandes cascos de carvalho da Eslavônia e 1/3 em barricas novas de 600 litros de carvalho francês e também da Eslavônia.

Pastas com molho rico (de carne vermelha ou cogumelos), carne vermelha grelhada, carne de caça e queijos maturados

A Masi Agricola surgiu em 1772, quando a família Boscaini – que até hoje comanda os destinos da empresa – adquiriu um pequeno vale em Verona, na zona de Valpolicella Classico, chamado “Vaio dei Masi”. Ao longo dos séculos, outros vinhedos selecionados aos pés das montanhas e em encostas, em diferentes áreas do Vêneto, e também além fronteiras, em Friuli e Trentino, juntaram-se ao patrimônio da vinícola. Uma condição sine qua non que norteou as escolhas da Masi foi a preservação de variedades de uvas nativas: Corvina, Rondinella, Molinara, Garganega, Trebbiano di Soave e Oseleta são algumas delas. A sexta e a sétima gerações da família estão, atualmente, à frente dos negócios, sendo Sandro Boscaini o presidente da empresa desde 1978. Ele é considerado uma das mais ilustres personalidades do vinho italiano na atualidade. Com um espírito visionário ao longo de gerações e com base em muitas pesquisas, a Masi modernizou o Amarone, elaborando-o em um estilo mais moderno que, consequentemente, conquistou uma legião de fãs em todo o mundo. Masi é líder na produção de Amarone e ainda é responsável por ter lançado, ao criar o Campofiorin em 1964, uma nova categoria de vinho vêneto, que hoje é um sucesso internacional.