Vinho tinto Luigi Bosca Pinot Noir
Argentina
Mendoza, Argentina

Vinho tinto Luigi Bosca Pinot Noir

O Luigi Bosca Pinot Noir é a escolha perfeita para quem quer fugir de vinhos tintos pesadões. Equilibrado, com camadas de frutas, flores e especiarias, é uma excelente versão da uva Pinot Noir cultivada nas altitudes de Mendoza. As videiras já são antigas – têm mais de 45 anos de idade! – e o vinho faz estágio em barricas francesas. Na boca, o Luigi Bosca Pinot Noir tem corpo médio, acidez refrescante e muita presença de fruta. Os taninos são finos, tornando este tinto ainda mais elegante e atraente.

Harmonizações:
Faisão, codornas e perdizes assadas ou estufadas com cogumelos. Massas com molhos de funghi. Também é perfeito com atum grelhado na brasa, além de frios e queijos fortes, como parmesão.
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$148,00
R$139,90

Em até 3x de R$46,63 s/ juros

Sensual e irresistível, este Pinot Noir argentino é envelhecido em barricas de carvalho francês.
Mais informações
País: Argentina
Região:
Produtor:
Uva: Pinot Noir
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2016
Vinho tinto Luigi Bosca Pinot Noir

As vinhas que dão origem a este Pinot Noir têm mais de 45 anos de idade. A colheita é manual e os cachos e os bagos passam por uma cuidadosa seleção. A fermentação é feita em cubas de aço inoxidável com temperatura controlada de 28ºC e com leveduras selecionadas. Depois da fermentação alcoólica, uma parte do vinho estagia em barricas novas de carvalho francês e outra parte, em barricas usadas, durante 8 meses. O vinho é filtrado e engarrafado.

Faisão, codornas e perdizes assadas ou estufadas com cogumelos. Massas com molhos de funghi. Também é perfeito com atum grelhado na brasa, além de frios e queijos fortes, como parmesão.

Luigi Bosca é um dos grandes nomes do vinho argentino. A vinícola pertence aos Arizu, que têm uma tradição secular na elaboração de tintos e brancos em Mendoza. Atualmente, é gerida pela quarta geração da família. A vinícola fica em Luján de Cuyo, mas possui sete propriedades em zonas privilegiadas de Mendoza (Luján de Cuyo, Maipú e Vale de Uco), totalizando quase 700 hectares de vinhedos próprios. As diferentes variedades de uvas foram trazidas da Europa no final do século XIX, mas as vinhas de hoje são o resultado de uma seleção das melhores vinhas velhas da família.