Argentina
Mendoza, Argentina

Vinho tinto Luigi Bosca Cabernet Sauvignon

O Luigi Bosca Cabernet Sauvignon é uma excelente versão argentina desta uva francesa que conquistou o mundo. Produzido pela famosa vinícola Luigi Bosca, este vinho tinto de Cabernet Sauvignon tem aromas que remetem a frutas, como cassis e amora; especiarias (pimenta), além de um toque tostado característico do envelhecimento em barrica. Na boca é um “senhor” Cabernet Sauvignon, com ótima estrutura e corpo, taninos maduros e um caráter sóbrio.

Harmonizações:
Carnes vermelhas estufadas; carnes de caça de grande porte, como cervo e javali; queijos duros; e com pratos com cogumelos frescos e secos.
5 (100%) 1 vote
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$143,90
R$131,90

Em até 3x de R$43,97 s/ juros

Dizem que a uva Cabernet Sauvignon se deu muito bem na Argentina. Se depender do Luigi Bosca Cabernet Sauvignon, é a mais pura verdade!
Mais informações
País: Argentina
Região:
Produtor:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2015

As uvas Cabernet Sauvignon são cultivadas em um vinhedo com mais de 50 anos de idade. A colheita é manual e os cachos passam por uma cuidada seleção. A fermentação acontece em tanques de aço inoxidável com temperatura controlada a 28ºC e adição de leveduras selecionadas. Depois da fermentação alcoólica, o vinho estagia em barricas de carvalho francês durante 14 meses. É filtrado e engarrafado.

Carnes vermelhas estufadas; carnes de caça de grande porte, como cervo e javali; queijos duros; e com pratos com cogumelos frescos e secos.

Luigi Bosca é um dos grandes nomes do vinho argentino. A vinícola pertence aos Arizu, que têm uma tradição secular na elaboração de tintos e brancos em Mendoza. Atualmente, é gerida pela quarta geração da família. A vinícola fica em Luján de Cuyo, mas possui sete propriedades em zonas privilegiadas de Mendoza (Luján de Cuyo, Maipú e Vale de Uco), totalizando quase 700 hectares de vinhedos próprios. As diferentes variedades de uvas foram trazidas da Europa no final do século XIX, mas as vinhas de hoje são o resultado de uma seleção das melhores vinhas velhas da família.