Itália
Piemonte, Itália

Vinho tinto Giuseppe Mascarello e Figlio Barolo Santo Stefano di Perno – 2013

Vermelho granada típico. Um olfato aéreo, que expressa cerejas e morangos silvestres, couro, alcatrão, zimbro e tons balsâmicos com muita profundidade. O ataque em boca é sólido, com taninos apesar de jovens extremamente nobres, sápido e ultra persistente no final de prova.

Harmonizações:
Cordeiro assado à perfeição, com batatas no mesmo tabuleiro; tournedos con salsa Périgord, tournedos bovinos mal passados ao fundo escuro com trufas negras; brasato al Barolo, carne bovina marinada em vinho Barolo e aromas de especiarias, legumes e ervas, longamente braseada.
WE
97
RP
95
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$2.300,00
R$2.199,00

Em até 3x de R$733,00 s/ juros

Vermelho granada típico. Um olfato aéreo, que expressa cerejas e morangos silvestres, couro, alcatrão, zimbro e tons balsâmicos com muita profundidade. O ataque em boca é sólido, com taninos apesar de jovens extremamente nobres, sápido e ultra persistente no final de prova.
Mais informações
País: Itália
Região:
Uva: Nebbiolo
Tipo:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
WE
97
RP
95

Colheita em meados de outubro. Vinificação de estilo mais tradicionalista, com "pigeage" para imersão do chapéu de sólidos, em tanques inertes com temperatura controlada, por 15/20 dias. Amadurecimento por 36 meses em "botti" de carvalho esloveno.

Cordeiro assado à perfeição, com batatas no mesmo tabuleiro; tournedos con salsa Périgord, tournedos bovinos mal passados ao fundo escuro com trufas negras; brasato al Barolo, carne bovina marinada em vinho Barolo e aromas de especiarias, legumes e ervas, longamente braseada.

Desde tempos imemoriais, o Nebbiolo tem sido a vinha mais apreciada e o emblema vinícola de Alba e Langa quando é combinado com um grande terroir de produção de vinho, é capaz de se expressar em níveis sublimes em vinhos de personalidade notável. Grandes taninos suaves e excelentes possibilidades de evolução e resistência ao longo do tempo. Os membros da família Giuseppe Mascarello cultivam vinhos há mais de um século e meio, primeiro como agricultores que dirigem a propriedade de Manescotto, na aldeia de La Morra, para a marquesa Giulia Colbert Faletti di Barolo, e depois em sua própria propriedade desde a final do século XIX.