Chile
Vale do Maipo, Chile

Vinho tinto De Martino Cabernet Sauvignon Reserva Legado

Coloração rubi intensa, halo violáceo luminoso. Muita pureza nos aromas de cassis, páprica, pimenta preta e tons balsâmicos. O ataque em boca é firme, cheio de frescor, num perfil prazeroso. Excelente persistência.

Harmonizações:
Costeletas de cordeiro na brasa; Estufado de carne caça, com azeitonas, ervas e especiarias; Marreco selvagem assado servido sobre cogumelos salteados.
5 (100%) 1 vote
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$165,00
R$147,90

Em até 3x de R$49,30 s/ juros

Coloração rubi intensa, halo violáceo luminoso. Muita pureza nos aromas de cassis, páprica, pimenta preta e tons balsâmicos. O ataque em boca é firme, cheio de frescor, num perfil prazeroso. Excelente persistência.
Mais informações
País: Chile
Região:
Produtor:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2017

Colheita manual no ponto ótimo de maturidade/acidez. Com videiras atingindo o grau máximo de produtividade de 2kgs por pé. Desengace e fermentação em tanques de inox com tempertaura controlada à 28ºC. Maceração pós-fermentativa com as cascas.

Costeletas de cordeiro na brasa; Estufado de carne caça, com azeitonas, ervas e especiarias; Marreco selvagem assado servido sobre cogumelos salteados.

Desde o início da vinícola em 1934, o trabalho para criar vinhos é representado como uma família. A filosofia é resumida na criação de vinhos que refletem sua origem da maneira mais pura possível, trazendo origem e equilíbrio juntos. Ao longo dos anos, mais de 347 vinhedos foram explorados em todo o Chile, cobrindo assim a maior parte do território chileno de norte a sul e da Cordilheira dos Andes até a costa. É assim que selecionamos os vinhedos que melhor representam nossa filosofia e que acreditamos ter o maior potencial. As práticas agrícolas são baseadas em princípios orgânicos e colheita oportuna, com o objetivo de alcançar vinhos equilibrados. Os vinhos são fermentados exclusivamente com leveduras nativas, desconsiderando componentes enológicos que podem alterar sua personalidade. Da mesma forma, o envelhecimento é feito em aço inoxidável, concreto, 5.000 litros de foudres, barricas usadas (em média dez anos), de modo que a impressão dos vinhos reflitam sua origem sem alterações.