Vinho tinto Château de Beauscatel Châteauneuf-du-Pape 2008
França
Rhône, França

Vinho tinto Château de Beauscatel Châteauneuf-du-Pape

Um dos mais grandiosos vinhos do mundo, o vinho tinto Château de Beauscatel Châteauneuf-du-Pape é um exemplar cheio de finesse e enorme potencial de envelhecimento. Elaborado com uvas de cultivo orgânico, exibe um nariz intenso, que remete a frutas frescas, especiarias e notas florais. Este vinho tinto seduz também pelo paladar encorpado e macio, com grande estrutura e equilíbrio. Promete durar muitos anos na garrafa.

 

Harmonizações:
Carnes de caça; preparações à base de codorna, vitela e cordeiro, além de queijos curados e embutidos.
WS
93
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$1.000,00
R$910,00

Em até 3x de R$303,33 s/ juros

Um dos mais grandiosos vinhos do mundo, o vinho tinto Château de Beauscatel Châteauneuf-du-Pape é um exemplar cheio de finesse e enorme potencial de envelhecimento. Elaborado com uvas de cultivo orgânico, exibe um nariz intenso, que remete a frutas frescas, especiarias e notas florais. Este vinho tinto seduz também pelo paladar encorpado e macio, com grande estrutura e equilíbrio. Promete durar muitos anos na garrafa.
Mais informações
País: França
Região:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2008
WS
93
Vinho tinto Château de Beauscatel Châteauneuf-du-Pape 2008

As uvas seguem o cultivo orgânico e a colheita é manual e realizada separadamente por castas. A vinificação acontece em cubas de carvalho (para as uvas Mourvèdre e Syrah) e em tanques de cimento (outras cepas, como Grenache). A seguir à fermentação malolática, é realizado o corte dos vinhos das diferentes variedades e, então, o vinho final estagia em cubas de carvalho francês por 12 meses, antes do engarrafamento.

Carnes de caça; preparações à base de codorna, vitela e cordeiro, além de queijos curados e embutidos.

Pertencente, no século XVI, à família Beaucastel , esta cultuada propriedade foi adquirida em 1909 por Pierre Tramier e, sucessivamente, passou para as gerações seguintes, que adotaram a filosofia de cultivo sustentável. Com 110 hectares em um dos melhores terroirs da nobre denominação Châteauneuf-du-Pape, o Château de Beaucastel segue a viticultura orgânica desde há mais de 50 anos. Podem ser encontradas as 13 variedades permitidas pela região: Cinsault, Counoise, Grenache, Mourvèdre, Syrah, Vaccarèse, Terret Noir, Muscardin, Clairette, Picpoul, Picardan, Bourboulenc e Roussanne. Com um cuidado minimalista, seus vinhos são tidos como exemplos de máxima qualidade que a região é capaz de produzir.