Vinho tinto Carmen Insigne Carménère 2016
Chile
Vale Central, Chile

Vinho tinto Carmen Insigne Carménère 2016

O vinho tinto Viña Carmen Insigne Carménère é daqueles tintos saborosos, cheios de fruta – combina ameixa, cereja e morango com um leve toque herbáceo, de pimenta preta e chocolate. De corpo médio, é um vinho tinto macio e prazeroso.

Harmonizações:
É muito fácil de combinar com comida. Boa opção para massas, aves, carnes, queijos e petiscos.
5 (100%) 1 vote
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$79,90
R$72,90

Em até 3x de R$24,30 s/ juros

O vinho tinto Viña Carmen Insigne Carménère é daqueles tintos saborosos, cheios de fruta – combina ameixa, cereja e morango com um leve toque herbáceo, de pimenta preta e chocolate. De corpo médio, é um vinho tinto macio e prazeroso.
Mais informações
País: Chile
Região:
Produtor:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Vinho tinto Carmen Insigne Carménère 2016

As uvas Carménère são colhidas à mão nos vinhedos localizados no Vale Central. Elas são submetidas à fermentação alcoólica em cubas de aço inoxidável com temperatura controlada entre 26°C e 28°C. Ocorre maceração com as cascas durante quinze dias. A fermentação malolática também acontece nas cubas de inox. Cerca de 30% do vinho tinto Viña Carmen Insigne Carménère é maturado em barricas de carvalho francês e americano durante seis meses.

É muito fácil de combinar com comida. Boa opção para massas, aves, carnes, queijos e petiscos.

Viña Carmen é um dos mais reputados produtores do Chile. Trata-se, simplesmente, da mais antiga vinícola do país, fundada em 1850. Tamanha história não impediu sua inovação. Nos anos 1990, foram plantados novos vinhedos e erguida uma vinícola moderna, impulsionando seus vinhos tintos e vinhos brancos entre os melhores do país em suas respectivas faixas de preço. Com operação em cinco vales (Alto Maipo, Apalta, Leyda, Casablanca e Colchagua), a Viña Carmen também é conhecida por ter proporcionado a descoberta da uva Carménère em solo chileno, em 1994 – em seus vinhedos, a uva francesa tida como extinta, e confundida no Chile com a Merlot, foi identificada como sendo a Carménère, tornando-se a casta emblemática do país sul-americano. A Viña Carmen também vem se destacando na produção de vinhos orgânicos por meio da sua linha Nativa. É, sem dúvida, um dos mais importantes produtores de toda a América do Sul.