Vinho tinto Camins del Priorat - 2015
Espanha
Priorato, Espanha

Vinho tinto Camins del Priorat 2016

Verdadeira obra-prima de um dos maiores enólogos espanhóis da atualidade – Alvaro Palacios, eleito “Homem do Ano” pela revista Decanter, em  2015. O vinho tinto Camins del Priorat é alucinante, mostra uma riqueza frutada irresistível, combinada a especiarias e um toque mineral. Encorpado e complexo, este vinho tinto é um perfeito companheiro à mesa.

Harmonizações:
Carnes vermelhas, massas com molhos consistentes e pratos intensos.
pontuacao
JS
91
RP
90
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
R$365,00

Em até 3x de R$121,67 s/ juros

Verdadeira obra-prima de um dos maiores enólogos espanhóis da atualidade - Alvaro Palacios, eleito “Homem do Ano” pela revista Decanter, em  2015. O vinho tinto Camins del Priorat é alucinante, mostra uma riqueza frutada irresistível, combinada a especiarias e um toque mineral. Encorpado e complexo, este vinho tinto é um perfeito companheiro à mesa.
Mais informações
País: Espanha
Região:
Produtor:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
pontuacao
JS
91
RP
90
Vinho tinto Camins del Priorat - 2015

Tradicional com controle de temperatura. O vinho matura durante quatro meses em barricas de carvalho.

Carnes vermelhas, massas com molhos consistentes e pratos intensos.

Sobre a vinícola Eleito “Homem do Ano” pela revista inglesa Decanter, em 2015, o produtor Alvaro Palacios é considerado um dos "monstros sagrados" da Espanha. Formado em Enologia em Bordeaux e aprendiz de ninguém menos que Jean-Pierre Moueix, do Château Petrus, Alvaro Palacios mudou os destinos do Priorato e de Rías Baixas ao revelar ao mundo o poder do terroir dessas duas regiões tradicionais e, até então, pouco conhecidas. No Priorato, Alvaro Palacios adquiriu a Finca Dofí, em 1990. Após alguns anos, investiu também num vinhedo de Garnacha plantado entre os anos de 1900 e 1940 em solo de xisto bem drenado. Palacios renomeou esse vinhedo de L’Ermita em referência a uma pequena capela localizada nas redondezas e que hoje dá nome também ao seu vinho mais disputado. Anos mais tarde, ele decidiu avançar para a região de Bierzo em parceria com seu primo Ricardo Pérez, dando origem ao premiado projeto Descendientes de J. Palacios. ​