Chile
Vale do Maipo, Chile

Vinho tinto Caballo Loco Grand Cru Maipo Andes

Caballo Loco Grand Cru Maipo Andes é produzido a partir de uma seleção das uvas Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc do Vale do Maipo Alto. Com maturação em barricas de carvalho francês, durante 18 meses,  este vinho tinto chileno demonstra grande complexidade, com notas de cassis e café e nuances de especiarias, como canela e cravo. Na boca é encorpado, amplo, com taninos macios e um final persistente. Tem potencial para envelhecer, no mínimo, 10 anos!

Harmonizações:
Acompanha diferentes tipos carne, como cordeiro, cabrito e porco, preparados no forno ou na brasa. Também fica ótimo com carnes mais delicadas, como pato e coelho
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$404,00
R$278,90

Em até 3x de R$92,97 s/ juros

Caballo Loco Grand Cru Maipo Andes é a expressão madura e saborosa do terroir do Maipo Alto, que dizem ser um oásis para o cultivo da Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc
Mais informações
País: Chile
Região:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2014

As uvas Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc são colhidas à mão e selecionadas cuidadosamente. A fermentação é feita em tanques abertos com remontagens frequentes para se obter uma gentil e completa extração. Em seguida, o vinho é submetido a uma longa maceração pós-fermentativa durante 21 dias. Por último, amadurece por 18 meses em barricas de carvalho francês.

Acompanha diferentes tipos carne, como cordeiro, cabrito e porco, preparados no forno ou na brasa. Também fica ótimo com carnes mais delicadas, como pato e coelho

A Viña Valdivieso remonta a 1879, quando Alberto Valdivieso fundou a “Champagne Valdivieso”, primeira empresa no Chile e na América do Sul a produzir vinho espumante. Passados mais de 100 anos, no final de 1980, a empresa tomou um novo e bem-sucedido rumo, investindo na elaboração de vinhos finos, numa época em que o Chile se abria para o mercado internacional. Com um novo nome - Viña Valdivieso - e estabelecida no Vale de Curicó, mais precisamente em Lontué, a vinícola dedicou os primeiros esforços na busca dos melhores vinhedos para originar vinhos de alta qualidade e tipicidade. Já no processo de vinificação, o objetivo desde o início foi o de respeitar o caráter de cada variedade com o mínimo de intervenção possível. E no envelhecimento em barrica, procura-se, até hoje, o equilíbrio entre madeira e fruta. Com essa filosofia em mente, a Viña Valdivieso rapidamente foi alçada entre os mais reputados produtores do Chile, sendo reconhecida pelos seus vinhos complexos e autênticos, especialmente pela linha Caballo Loco, que ajudou a posicionar o Chile entre os melhores países produtores do mundo. O Caballo Loco é uma criação do enólogo Luis Simmian que, no início da década de 1990, foi contratado pela Valdivieso com a missão de elaborar vinhos de alta qualidade. Ao avaliar os vinhos disponíveis na vinícola, de diferentes safras e variedades, que estagiavam em barris de carvalho, ele resolveu mesclar vários deles. Resultado: surgira um vinho tinto extraordinário que acabou sendo engarrafado em 1995, dando origem ao Caballo Loco “número 1”, um corte de vinhos de safras entre 1992 e 1994 e das variedades Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot e Pinot Noir. Fez tanto sucesso ao ponto de conquistar medalha de prata na Vinexpo, em Bordeaux, o que motivou a Valdivieso a dar continuidade ao projeto. A cada ano, surge um novo Caballo Loco numerado e também resultado da mescla de safras e uvas diferentes, conforme a escolha do enólogo. Trata-se, assim, de um vinho tinto original, que foge completamente ao padrão. Uma outra curiosidade é seu nome. Caballo Loco foi escolhido em homenagem a Jorge Coderch, um dos proprietários da Valdivieso e conhecido como Caballo Loco por suas ideias inovadoras e seu estilo ousado.