Vinho tinto Arboleda Cabernet Sauvignon 2014
Chile
Aconcágua, Chile

Vinho tinto Arboleda Cabernet Sauvignon

Arboleda Cabernet Sauvinon é daqueles vinhos tintos chamativos, com aromas exuberantes. Notas de frutas pretas, tabaco, especiarias, chocolate e defumadas se revezam no nariz. É um vinho encorpado, de grande equilíbrio e estrutura, com textura de taninos finos e um final longo e suculento. Ótimo exemplar de Cabernet Sauvignon chileno, elaborado pelo talentoso produtor Eduardo Chadwick.

 

Harmonizações:
Ideal com carnes vermelhas bem condimentadas, carnes de caças e queijos de sabor intenso.
JS
92
1 (20%) 1 vote
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$189,00
R$173,00

Em até 3x de R$57,67 s/ juros

Eis um delicioso Cabernet Sauvignon chileno, do Vale de Aconcagua. É um vinho tinto elegante, sério e cheio de sabor. 
Mais informações
País: Chile
Região:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2016
JS
92
Vinho tinto Arboleda Cabernet Sauvignon 2014

As uvas fermentam em tanques de aço inoxidável com temperatura controlada. O envelhecimento do vinho acontece durante 12 meses em barricas de carvalho francês, sendo 25% novas.

Ideal com carnes vermelhas bem condimentadas, carnes de caças e queijos de sabor intenso.

A Arboleda é o projeto pessoal do brilhante Eduardo Chadwick, que figura como uma das principais personalidades do vinho chileno. Eduardo representa a quinta geração da família fundadora da Viña Errázuriz e também está à frente do icônico projeto Seña. Ele inaugurou a Arboleda em 1999 com o objetivo de originar tintos e brancos de vinhedo único, capazes de traduzir a expressão singular do seu território, mas por meio de um estilo moderno. Seu portfólio consiste em vinhos varietais puros, concebidos sob mínima intervenção e um cuidado minucioso em cada etapa de prodção. O nome Arboleda espelha essa mentalidade, pois é um tributo à floresta local de 1.450 hectares que emoldura os vinhedos localizados no Vale de Aconcagua. A enologia está a cargo do premiado enólogo chileno Francisco Baettig, que já trabalhou em vinícolas nos Estados Unidos e França, e é reconhecido por privilegiar elegância, equilíbrio e pureza da fruta na elaboração dos vinhos.