Argentina
Mendoza, Argentina

Vinho tinto Amancaya

O vinho tinto Amancaya é um magnífico corte de Cabernet Sauvignon e Malbec, em um estilo elegante, bem francês. O Amancaya leva a assinatura de dois emblemáticos nomes do cenário mundial do vinho: o grupo francês Domaines Barons de Rothschild (Lafite) e Catena Zapata. Seu bouquet é bastante complexo e sutil, mostrando várias nuances e aromas maduros, com carvalho muito fino. Na boca é um vinho tinto encorpado e muito sofisticado. Exibe uma qualidade inigualável para a sua faixa de preço, acumulando sempre muitos elogios da imprensa especializada.

Harmonizações:
Carnes delicadas, churrascos de cordeiro e caças.
JS
92
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$154,00
R$145,90

Em até 3x de R$48,63 s/ juros

O vinho tinto Amancaya é um magnífico corte de Cabernet Sauvignon e Malbec, em um estilo elegante, bem francês. O Amancaya leva a assinatura de dois emblemáticos nomes do cenário mundial do vinho: o grupo francês Domaines Barons de Rothschild (Lafite) e Catena Zapata. Seu bouquet é bastante complexo e sutil, mostrando várias nuances e aromas maduros, com carvalho muito fino. Na boca é um vinho tinto encorpado e muito sofisticado. Exibe uma qualidade inigualável para a sua faixa de preço, acumulando sempre muitos elogios da imprensa especializada.

Mais informações
País: Argentina
Região:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2015
JS
92

Vinificação do vinho tinto Amancaya é separada por castas. A colheita das uvas é manual e os cachos são selecionados na chegada à adega. Em seguida, acontece a fermentação alcoólica em tanques de aço inoxidável com leveduras selecionadas e remontagem durante 7 a 12 dias, seguida de maceração. O vinho é submetido à fermentação malolática completa também em tanques de aço inoxidável com temperatura controlada. No final, matura por 12 meses em barricas de carvalho francês, sendo 20% novas. Então, é realizado o corte dos vinhos.

Carnes delicadas, churrascos de cordeiro e caças.

Dois dos maiores nomes do vinho na atualidade – Domaines Barons de Rothschild (Lafite) e a família Catena – uniram-se em 1999 para criar um projeto único em Mendoza, na Argentina: as Bodegas Caro. A ideia foi criar sinergias entre a experiência de ambos os produtores para lançar vinhos argentinos com acento francês a partir das uvas Malbec e Carbernet Sauvignon. A família Catena, grande conhecedora dos vinhedos de altitude de Mendoza, colaborou com a seleção dos melhores vinhedos da uva Malbec. Já os DBR (Lafite) agregou sua expertise centenária com a uva Cabernet Sauvignon e a elaboração de vinhos de corte. O primeiro vinho tinto lançado foi o maravilhoso Caro, que imediatamente se destacou entre os melhores da Argentina. Na safra 2003, surgiu o Amancaya, o segundo vinho da bodega, mas que exibe uma qualidade muito acima de seus similares na mesma faixa de preço. Já o Aruma é o vinho de entrada, elaborado apenas com a uva Malbec. Os trabalhos no vinhedo e na vinificação são realizados em parceria entre a equipe argentina e a francesa, o que repercute em vinhos sul-americanos distintos e cheios de charme.