Altos Las Hormigas Colonia Las Liebres Bonarda Clásica
Argentina
Mendoza, Argentina

Vinho tinto Altos Las Hormigas Colonia Las Liebres Bonarda Clásica

A uva Bonarda, popular nos vinhedos de Mendoza, na Argentina, dá vida a este ótimo vinho tinto, puro e frutado. Elaborado pela vinícola Altos Las Hormigas, que tem à frente o famoso e premiado enólogo italiano Alberto Antonini, o Altos Las Hormigas Colonias Las Liebres Bonarda Clásica é considerado um dos melhores exemplares dessa uva. Revela grande frescor e equilíbrio, com destaque para notas de frutas vermelhas, como morangos, cerejas e framboesas, além de toques florais e especiarias doces.

Harmonizações:
Carnes vermelhas, massas com molhos condimentados, pizzas, hambúrguer e petiscos.
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
R$91,00

Em até 3x de R$30,33 s/ juros

A Bonarda é outra uva emblemática dos tintos da Argentina e o Altos Las Hormigas Colonia Las Liebres Bonarda Clásica é uma das melhores versões que você poderá encontrar no mercado - pode acreditar! 
Mais informações
País: Argentina
Região:
Uva: Bonarda
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2017
Altos Las Hormigas Colonia Las Liebres Bonarda Clásica

As uvas Bonarda seguem uma vinificação tradicional e o vinho não tem contato com carvalho, preservando a fruta e o frescor.

Carnes vermelhas, massas com molhos condimentados, pizzas, hambúrguer e petiscos.

Em 1995, o famoso enólogo italiano Alberto Antonini descobriu o potencial da uva Malbec na região de Mendoza. Foi nesse ano que ele, ao lado de Antonio Morescalchi, um jovem empresário, decidiu explorar as principais áreas vitivinícolas da Argentina, criando uma das mais respeitadas vinícolas do país, a Altos Las Hormigas. Os dois logo investiram em mais de 200 hectares de terras no distrito de Carrizal de Abajo, em Luján de Cuyo. O nome da vinícola foi inspirado numa simples constatação: quando iniciaram o cultivo das vinhas, perceberam que próximo a elas surgiam colônias de formigas, que se alimentavam dos brotos das videiras recém-plantadas. Entenderam, assim, que as formigas eram parte do ecossistema e as deixaram no campo, privilegiando uma viticultura e vinificação de mínima intervenção para obterem vinhos muito puros e que fossem a expressão de seu território. Os vinhos da Altos Las Hormigas são, atualmente, reconhecidos por serem exemplos máximos de seu terroir.