Vinho Gaja Barolo Dagromis
Itália
Piemonte, Itália

Vinho Gaja Barolo Dagromis

Gaja Barolo Dagromis é um Barolo de altíssimo nível, assinado pelo genial produtor Angelo Gaja. É elaborado com uvas Nebbiolo de vinhedos situados em La Morra e foi concebido em homenagem à família Gromis, de quem Gaja adquiriu a propriedade em 1995. Trata-se de um vinho tinto denso e cheio de classe, com camadas de aromas de frutas vermelhas, especiarias, alcaçuz, ervas, flores e toques balsâmicos. Na boca, tem textura de taninos sedosos e um longo final. Mais uma obra-prima do premiado produtor italiano Angelo Gaja.

Harmonizações:
Carnes de caça, Carnes vermelhas, Cordeiro
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
R$1.540,86

Em até 3x de R$513,62 s/ juros

Gaja Barolo Dagromis é um Barolo de altíssimo nível, assinado pelo genial produtor Angelo Gaja. É elaborado com uvas Nebbiolo de vinhedos situados em La Morra e foi concebido em homenagem à família Gromis, de quem Gaja adquiriu a propriedade em 1995. Trata-se de um vinho tinto denso e cheio de classe, com camadas de aromas de frutas vermelhas, especiarias, alcaçuz, ervas, flores e toques balsâmicos. Na boca, tem textura de taninos sedosos e um longo final. Mais uma obra-prima do premiado produtor italiano Angelo Gaja.
Mais informações
País: Itália
Região:
Produtor:
Uva: Nebbiolo
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
Safra: 2016
Vinho Gaja Barolo Dagromis

Tradicional, em tanques de aço inoxidável com controle de temperatura. O vinho matura durante doze meses em barricas de carvalho e por mais doze meses em grandes cascos de carvalho.

Carnes de caça, Carnes vermelhas, Cordeiro

Angelo Gaja é, sem dúvida, um dos maiores embaixadores do vinho italiano, reconhecido por ter revolucionado o panorama vitivinícola nacional nos últimos 30 anos. Não é à toa que acumula o título “Homem do Ano”, concedido por publicações reputadas, como a Decanter e a Wine Spectator. Descendente de uma tradicional família de produtores de vinho do Piemonte, ele assumiu o negócio familiar na década de 1960, mas em vez de se contentar em manter o “status quo” – que já era bem-sucedido -, decidiu inovar, produzindo vinhos mais sofisticados e equilibrados, de apelo internacional. Para isso, replantou muitos vinhedos, introduziu tecnologia na vinificação com a adoção de tanques de aço inoxidável com controle de temperatura, além de passar a envelhecer os vinhos em barricas de carvalho. Angelo Gaja também é conhecido por elaborar vinhos Barbaresco de vinhedo único, apresentando um nível de qualidade superior para a categoria, além de plantar uvas francesas Cabernet Sauvignon e Chardonnay no Piemonte. A vinícola localizada em Barbaresco, no coração da zona de Langhe, possui vinhedos em diferentes denominações do Piemonte – Barbaresco e Barolo –, totalizando atualmente mais de 100 hectares divididos em 32 parcelas. Outro “atrevimento” de Gaja foi “invadir” a Toscana na década de 1990, adquirindo uma propriedade histórica, Pieve Santa Restituta, em Montalcino, e, logo em seguida, a Ca’Marcanda, em Bolgheri. Atualmente, ele é apoiado pelas filhas Gaia e Rossana na elaboração dos vinhos que compõem seu elogiado portfólio e também na gestão dos negócios.