Champagne Taittinger Prestige Rosé Brut
França
Champagne, França

Champagne Taittinger Prestige Rosé Brut

Extremamente sofisticado, o champagne Taittinger Prestige Rosé Brut exibe uma linda cor rosa-cereja e perlage fina e persistente. Sua delicada fragrância combina notas de framboesa, cereja e cassis. É um champagne volumoso e cremoso na boca e seu sabor também remete a notas de frutas vermelhas frescas e crocantes. Simplesmente, uma delícia!

Gostou? Confira mais opções em Vinhos Online

Harmonizações:
Como aperitivo ou para acompanhar saladas, pratos de peixes e sobremesas de frutas.
pontuacao
WS
92
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$488,90
R$439,90

Em até 3x de R$146,63 s/ juros

Extremamente sofisticado, o champagne Taittinger Prestige Rosé Brut exibe uma linda cor rosa-cereja e perlage fina e persistente. Sua delicada fragrância combina notas de framboesa, cereja e cassis. É um champagne volumoso e cremoso na boca e seu sabor também remete a notas de frutas vermelhas frescas e crocantes. Simplesmente, uma delícia!
Mais informações
País: França
Região:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
pontuacao
WS
92
Champagne Taittinger Prestige Rosé Brut

É elaborado com 15% de vinho tinto tranquilo, oriundo das melhores uvas de Pinot Noir da Montagne de Reims e dos Riceys. Este vinho é acrescentado ao blend com Chardonnay e Pinot Meunier. Produzido a partir do método tradicional de Champagne, mas com a primeira fermentação em barricas. A segunda fermentação acontece na garrafa, conforme as regras da região.

Como aperitivo ou para acompanhar saladas, pratos de peixes e sobremesas de frutas.

A propriedade ocupada pela maison Taittinger foi adquirida por Pierre-Charles Taittinger em 1932, mas sua história remonta ao século XVIII. O casarão conhecido como Château de La Marquetterie foi erguido em 1734, na Côte des Blancs, em puro estilo Luís XV, e é famoso por ter sido um ponto de encontro de intelectuais da época, entre eles os celebrados escritores Voltaire e Chénier. Permanece nas mãos da família Taittinger e virou sinônimo de champagne de alta qualidade. A vinícola possui quase 300 hectares de vinhedos em vários pontos de Champagne e uma cave com cerca de 3 milhões de garrafas. Na Idade Média, o local funcionava como cripta de um mosteiro beneditino, ou seja, além de ser o endereço de champagnes de topo, guarda também um rico passado.