Champagne Drappier La Grande Sendrée brut 2008
França
Champagne, França

Champagne Drappier La Grande Sendrée brut 2008

Elaborado com as uvas Pinot Noir e Chardonnay de uma parcela específica de vinhedo, o Champagne Drappier La Grande Sandrée Brut mostra uma incomparável complexidade, resultado da safra 2008, que foi uma das melhores de Champagne. Com aromas em camadas, exibe notas de mel, marmelo e framboesa em compota, além de bergamota e brioche. Na boca também é cheio de surpresas, com nuances de frutas cítricas e vermelhas e delicioso toque mineral.

Harmonizações:
Como aperitivo e para acompanhar frutos do mar, peixes, carpaccio de vieiras, foie gras e aves.
WE
94
Classifique esse vinho
compre agora e garanta o melhor preço
DE R$713,00
R$559,90

Em até 3x de R$186,63 s/ juros

Elaborado com as uvas Pinot Noir e Chardonnay de uma parcela específica de vinhedo, o Champagne Drappier La Grande Sandrée Brut mostra uma incomparável complexidade, resultado da safra 2008, que foi uma das melhores de Champagne. Com aromas em camadas, exibe notas de mel, marmelo e framboesa em compota, além de bergamota e brioche. Na boca também é cheio de surpresas, com nuances de frutas cítricas e vermelhas e delicioso toque mineral.
Mais informações
País: França
Região:
Produtor:
Tipo:
Teor Alcoólico:
Volume da Garrafa:
Temperatura de serviço:
WE
94
Champagne Drappier La Grande Sendrée brut 2008

Apenas o mosto da primeira prensa é utilizado nas cuvées. A vinficação segue por gravidade, sendo realizada em tanques de inox. Após a fermentação alcoólica, ocorre a fermentação malolática naturalmente. Cerca de 35% do vinho matura em barricas por nove meses. A segunda fermentação é realizada na garrafa, segundo a cartilha de Champagne. As cuvées maturam durante sete anos em contato com as borras das levedura. Dosagem de 5g/l.

Como aperitivo e para acompanhar frutos do mar, peixes, carpaccio de vieiras, foie gras e aves.

Fundada em 1808, a casa de Champagne Drappier possui uma história bem mais antiga e recheada de personagens famosos: seus vinhedos foram plantados no século I por mãos galo-romanas; durante a Idade Média, monges cistercienses ocuparam a propriedade e conta-se que São Bernardo em pessoa participou da construção das caves de Urville no século XII; por fim, o general Charles de Gaulle elegeu-a como sua casa de champagne favorita. Em homenagem ao famoso líder francês, a Drappier produz a Cuvée Charles de Gaulle. A uva de eleição é a Pinot Noir, que ocupa uma parcela de 40 hectares em Urville, mas a Drappier possui ainda vinhedos em Cramant e Reims, totalizando quase 75 hectares, e também aparecem as duas outras uvas estrelas de Champagne: Chardonnay e Pinot Meunier. Michel Drappier, o oitavo de uma dinastia de “champagnólogos”, privilegia pequenas produções e busca não interferir no trabalho da natureza, confiando em seu terroir. A prise de mousse, ou segunda fermentação (que gera as borbulhas), é particularmente lenta, o que permite que o gás carbônico se forme pouco a pouco e se incorpore melhor ao vinho. A Drappier é a única maison do mundo a realizar as duas fermentações na garrafa original em toda a sua linha de produção, desde a meia-garrafa até às raras Primat de 27 litros. O rémuage é feito manualmente em praticamente toda a linha e o licor de expedição, envelhecido em carvalho, é uma receita secreta da família.