30.nov.2017

    A Guia Repsol (anteriormente Guía Campsa) é a resposta da Espanha ao Guia Francês Michelin – um guia há muito estabelecido para o automobilismo da nação, jantar gourmet e vinho. Durante muitos anos o guia foi conhecido como o Guia Campsa, mas sofreu uma mudança de nome e revisão de design em 2009. A mudança mais significativa foi a separação dos restaurantes e vinho seção do guia dos mapas rodoviários, trazendo crescente independência para o vinho Pontuações e notas.

    Embora as secções de automobilismo e restaurantes do Guia Repsol cobrem toda a Península Ibérica (ou seja, Espanha e Portugal vizinho), os vinhos revistos são exclusivamente espanhóis.

    Os resultados do Guia Repsol são dados de 100 pontos. Mais informações podem ser encontradas no site (guiarepsol.com).

    Resultados de vinhos da Guia Repsol no Wine-Searcher:

    Pontuação: 86 – 99 pontos

    50% caem entre: 90 – 92 pontos

    Pontuação média: 91.1 pontos

    (Dados: Outubro de 2015)

    29.nov.2017

      Wine Spectator é uma revista norte-americana de referência para os amantes de vinho. Publicada desde 1976, existe em versão impressa e online (www.winespectator.com), na qual está disponível uma base de dados digital com mais de 250 mil vinhos avaliados, além de interessantes entrevistas em vídeo. Seu foco são os vinhos americanos, mas a Wine Spectator cobre todo o universo vitivinícola. No final de cada ano, a publicação revela seu ranking Top 100 — os melhores vinhos degustados pela sua equipe ao longo do ano — , que é muito aguardado.

      23.nov.2017

        Concebido pelo jornalista espanhol José Peñin em 1990, o Guia Peñin é o mais completo guia de vinhos da Espanha, sendo por isso uma publicação obrigatória para quem quer aprender mais sobre os rótulos ibéricos e descobrir o que há de melhor no reino dos tintos e brancos do país. A equipe de “catadores”, formada por quatro experientes críticos, degusta, anualmente, cerca de 11.500 diferentes vinhos de mais de 2 mil bodegas. O Guía Peñín também realiza eventos de degustação, nos quais figuram os melhores vinhos avaliados. Também é possível acessar diversos conteúdos online por meio do site (http://guiapenin.wine).

        23.nov.2017

          É a publicação mais importante que existe sobre vinhos sul-americanos, assinada pelo jornalista chileno Patricio Tapia, que também é colaborador da revista norte-americana Wine & Spirits e costuma participar como jurado do Decanter World Wine Awards. O Guia Descorchados é produzido todos os anos e conta com uma edição em português elaborada em parceria com a Inner Editora, que faz a revista Adega.  Em 2017, foi lançada  a 19ª edição do Guia Descorchados, com mais de 1.000 páginas contemplando vinhos da Argentina, Brasil (espumantes apenas), Chile e Uruguai. O guia apresenta as regiões vitivinícolas de cada país, revela as vinícolas emblemáticas e traz a avaliação dos vinhos mais reputados de cada uma. Também há premiação por categoria, o que funciona como uma curadoria sobre o que há de melhor no panorama do vinho da América do Sul.

          23.nov.2017

            É uma plataforma digital colaborativa de avaliação de vinhos. Agrega notas de provas de apreciadores comuns e de experts também, complementadas pela ficha técnica do vinho. Além das pontuações e descrições, há conteúdo sobre uvas, vinícolas, produtores, países e regiões; um espaço de discussão, e ferramentas para o usuário gerir suas preferências. Cellar Tracker foi desenvolvida pelo norte-americano Eric LeVine, em 2003. Colecionador de vinhos e funcionário da Microsoft, a única intenção de LeVine naquele momento era criar um sistema que o ajudasse a gerir a sua própria adega. Acabou se tornando um negócio em 2004 e, atualmente, existe para desktop e app, hospedando avaliações de mais de 2,6 milhões de vinhos.

            23.nov.2017

              revista norte-americana Wine Enthusiast aborda o universo do vinho e destilados de uma maneira abrangente e descontraída. Além das avaliações e notas de prova, apresenta conteúdo sobre regiões vitivinícolas, harmonizações, viagens e lifestyle. Lançada em 1988, a Wine Enthusiast está disponível em verão impressa e online (www.winemag.com) e conta com um time extenso de colaboradores nos Estados Unidos e Europa. A publicação também divulga sua seleção dos melhores do ano em três listas: Top 100; Top 100 Best Buys e Top 100 Cellar Selection, e realiza o evento Wine Stars Awards, que homenageia as figuras mais importantes do cenário atual do vinho.

              23.nov.2017

                revista inglesa Decanter é uma espécie de “Bíblia” do vinho. Lançada em 1975, além da avaliação de rótulos de todo o mundo, a publicação traz reportagens sobre regiões vitivinícolas e seus produtores e enólogos mais importantes; enoturismo; uvas…, enfim, cobre todo o universo relacionado à bebida. Conta com um time superlativo de jornalistas e colunistas – entre eles, Steven Spurrier, um dos personagens principais da história moderna do vinho. A Decanter é distribuída para mais de 90 países e também pode ser acessada online, por meio do sitewww.decanter.com. A revista ainda organiza um importante concurso anual – o Decanter World Wine Awards (DWWA) –, que elege os melhores vinhos de acordo com cada categoria. Além disso, há mais de 30 anos, publica a reputada lista Decanter Man of The Year, homenageando as figuras mais importantes da atualidade em vários segmentos do mundo do vinho.

                23.nov.2017

                  britânica Jancis Robinson é tão fera que atua como consultora de vinhos de ninguém menos que a Rainha da Inglaterra! Ela soma mais de 4 décadas avaliando vinhos e, claro, conhece como poucos esse universo. Jancis começou em 1976 como editora assistente da revista Wine & Spirits e nunca mais deixou de escrever sobre o assunto, figurando na elite da crítica especializada. De lá para cá, já visitou todas as principais regiões vitivinícolas da face da Terra. Hoje, está à frente do site que leva seu nome (www.jancisrobinson.com) e também assina uma coluna semanal no respeitado jornal Financial Timesalém de colaborar com diversas publicações internacionais. Jancis Robinson é ainda autora de livros,  por exemplo, The Oxford Companion to WineThe World Atlas of Wine (em coautoria com Hugh Johnson) Wine Grapes – considerados todos títulos obrigatórios para quem quer se aprofundar no reino dos tintos e brancos.

                  10.nov.2017

                    Outro nome forte no panorama da crítica de vinhos, James Suckling é filhote da revista norte-americana Wine Spectator, para a qual trabalhou por quase 30 anos, chegando ao posto de editor sênior e chefe da redação europeia. Pelas suas contas, já degustou, até hoje, mais de 200 mil rótulos!

                    Em 2010, Suckling lançou o site www.jamessuckling.com, que se firmou como uma grande referência para quem acompanha o mundo do vinho. O site conta com outros três colaboradores que o ajudam na avaliação de mais de 15 mil exemplares por ano — os rótulos são classificados de acordo com a escala de 100 pontos (a exemplo de Robert Parker). Como James Suckling passa boa parte do ano viajando pelas diversas regiões vitivinícolas, nos cinco continentes, seu site também é recheado de conteúdo relacionado às vinícolas e produtores, com foco especial em Itália, Bordeaux, Espanha, Chile, Argentina, Napa Valley, Austrália e Nova Zelândia.

                    09.nov.2017

                      Não é exagero afirmar que Robert M. Parker, Jr. é o mais poderoso crítico de vinhos do planeta. Suas avaliações chegam a ditar o preço de tintos e brancos no mercado, tamanha é a sua influência. Nascido em Baltimore, no estado norte-americano de Maryland, Parker é graduado em Direito, tento atuado como advogado, procurador e como consultor de banco até 1984.

                      Apaixonado por vinhos e diante de um cenário com pouca informação realmente credível, em 1975 ele começou a escrever um guia independente que, três anos depois, se tornaria a reputada revista The Wine Advocate – no início, enviada por correio aos assinantes. Atualmente, a publicação conta com 50 mil seguidores nos Estados Unidos e em outros 37 países e pode ser acessada online por meio do site criado em 2002 (www.robertparker.com), que figura como o portal de vinhos mais consultado do mundo. Os vinhos são avaliados entre 50 e 100 pontos, um sistema criado por Parker, sendo que os rótulos classificados acima de 90 pontos são os que realmente se destacam pela qualidade – são excepcionais.

                      Em 2013, Parker nomeou sua colaboradora Lisa Perrotti-Brown como editora-chefe da The Wine Advocate e do seu site a fim de se dedicar unicamente à crítica de vinhos. Ele continua na ativa, degustando os vinhos do norte da Califórnia e também de Bordeaux e, para cobrir a produção das outras dezenas de regiões vitivinícolas do globo, conta com uma rede de oito colaboradores de alto nível.